PSD/Machico acusa Executivo socialista de Machico de desinteresse pelo encerramento do cemitério do Porto da Cruz

Hoje, através de uma nota dirigida à imprensa, o presidente da concelhia do PSD/Machico, Norberto Maciel, manifestou a sua indignação pelo encerramento do cemitério do Porto da Cruz. “É lamentável que o Executivo socialista que preside à autarquia...

PSD/Machico acusa Executivo socialista de Machico de desinteresse pelo encerramento do cemitério do Porto da Cruz
Hoje, através de uma nota dirigida à imprensa, o presidente da concelhia do PSD/Machico, Norberto Maciel, manifestou a sua indignação pelo encerramento do cemitério do Porto da Cruz. “É lamentável que o Executivo socialista que preside à autarquia de Machico canalize todas as suas preocupações para a promoção de festas e de eventos desportivos, quando descura necessidades e direitos elementares da população a quem deveria servir", afirma. Na mesma nota diz que “é um exemplo da total inoperância deste Executivo e da sua incapacidade em corresponder às necessidades básicas dos Munícipes" e lembra, da mesma forma, o facto de esta situação ter sido alvo “da preocupação por parte dos Social-democratas, que sempre notificaram a Câmara Municipal em sede de reunião de Câmara, através da ação dos vereadores e, também, da intervenção dos deputados municipais, em assembleia municipal”, acrescenta. "A otimização dos cemitérios é da exclusiva responsabilidade e competência da Câmara Municipal e, mais uma vez, fica patente a incompetência do Executivo socialista, liderado por Ricardo Franco, em responder às necessidades das populações", reforça Norberto Maciel. O líder do PSD/Machico mostra-se “chocado com este desinteresse e relembra que o Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, prontificou-se a ajudar na solução do cemitério do Porto da Cruz, solução essa que deveria ter sido encontrada pelo executivo socialista, que, como fica demonstrado, não só não fomenta o investimento como nem sequer aproveita as ajudas disponibilizadas para apoiar a população do seu concelho”, concluiu no mesmo comunicado.