PSP já identificou as vítimas bem como os agressores do desacato na Avenida Sá Carneiro

A Polícia de Segurança Pública pronunciou-se relativamente à desordem ocorrida na madrugada de domingo, 9 de fevereiro, na Avenida Sá Carneiro, em frente a um estabelecimento comercial de diversão noturna. Em comunicado, o Comando Regional...

PSP já identificou as vítimas bem como os agressores do desacato na Avenida Sá Carneiro
A Polícia de Segurança Pública pronunciou-se relativamente à desordem ocorrida na madrugada de domingo, 9 de fevereiro, na Avenida Sá Carneiro, em frente a um estabelecimento comercial de diversão noturna. Em comunicado, o Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira diz que já identificou as vítimas e os agressores e que todos os intervenientes são maiores de idade. Na nota enviada à imprensa, a PSP informa que foi acionada para o local através de uma chamada telefónica para a linha de Emergência Nacional “112”, pelas 07h13, cuja comunicação dava conhecimento da existência de muitas pessoas no centro da faixa de rodagem, impedindo a circulação automóvel. De imediato, foi acionado pelo Centro de Comando e Controlo desta Polícia uma Equipa de Intervenção Rápida, que chegado ao local não presenciou qualquer desordem. Testemunhas no local informaram que minutos antes teria ocorrido uma desordem. Mais se informa que não foram acionados quaisquer outros meios de socorro, por não se encontrar no local qualquer vítima.Durante o domingo dois dos cidadãos que teriam estado envolvidos na desordem,  deram entrada no hospital central do Funchal (a meio da tarde e ao início da noite), para onde se deslocaram por meios próprios, tendo recebido tratamento e tido alta. Ao fim da tarde um dos cidadãos que recebeu tratamento hospitalar formalizou queixa nesta Polícia contra os presumíveis agressores.  Com a informação recolhida e com base nas imagens do vídeo que circula pelas redes sociais, a PSP já identificou as vítimas, bem como os agressores e algumas testemunhas, podendo confirmar que se tratam de cidadãos maiores de idade. O processo crime relativamente a esta ocorrência, sob a direção da autoridade judiciária competente, seguirá os trâmites legais. A PSP informou ainda que, antes desta ocorrência, pelas 03h35, ocorreu uma outra agressão, num outro local da cidade, em que a vítima foi transportada  numa ambulância ao hospital, onde recebeu tratamento hospitalar e teve alta, sendo que o agressor está também identificado. A finalizar o comunicado, a PSP alerta a todos os cidadãos para a necessidade de comunicarem de imediato para a linha de emergência nacional “112” sempre que presenciarem qualquer agressão ou a prática de qualquer outro crime.