PTP defende que serviços dos correios voltem a ser nacionalizados

O candidato do Partido Trabalhista Português (PTP) às legislativas madeirenses José Manuel Coelho defendeu hoje que a República deve voltar a nacionalizar os Correios, considerando que a privatização teve “consequências graves e nefastas” para...

PTP defende que serviços dos correios voltem a ser nacionalizados
O candidato do Partido Trabalhista Português (PTP) às legislativas madeirenses José Manuel Coelho defendeu hoje que a República deve voltar a nacionalizar os Correios, considerando que a privatização teve “consequências graves e nefastas” para a Região. Falando no âmbito de uma iniciativa da campanha eleitoral para as regionais, no Funchal, José Manuel Coelho, que é o quinto candidato na lista e o cabeça de lista do partido para as legislativas nacionais, declarou que uma das “bandeiras é fazer com que a República nacionalize novamente os serviços de Correios em Portugal”. “Não podemos admitir que uma empresa estatal que dá lucro seja privatizada”, acrescentou. Esta decisão da República, indicou, resultou no encerramento de várias estações de correios em diferentes freguesias, nas zonas altas do Funchal e também no Aeroporto da Madeira. “Que o digam os reformados, que têm de se deslocar de uma freguesia para outra, para a sede do concelho, para receberem as suas pensões de reforma”, apontou. O candidato deu como exemplo os pensionistas nas freguesias do Paul e Jardim do Mar, na zona oeste da ilha da Madeira, que têm de ir até à sede do concelho na Calheta. “Como as pensões são baixas, metade da pensão é para pagar o táxi, porque não têm transportes públicos a todas as horas”, referiu. Por isso, o candidato sublinhou que o seu objetivo é “lutar na Assembleia da República, é lutar para que o serviço de correio seja nacionalizado […], recuperar os correios para o setor público”. José Manuel Coelho mencionou que nos Estados Unidos da América, “o país mais capitalista da terra, o correios são nacionalizados”. “Como se admite que Portugal, um país que se diz socialista, governado por António Costa, o BE e o PCP, tenha os correios nacionalizados?”, questionou. O PTP, que apresenta Raquel Coelho como cabeça de lista às regionais, tem um lugar no parlamento regional. As eleições regionais legislativas da Madeira, onde os sociais-democratas governam com maioria absoluta, decorrem em 22 de setembro, com 16 partidos e uma coligação a disputar os 47 lugares no parlamento regional: PDR, CHEGA, PNR, BE, PS, PAN, Aliança, Partido da Terra-MPT, PCTP/MRPP, PPD/PSD, Iniciativa Liberal, PTP, PURP, CDS-PP, CDU (PCP/PEV), JPP e RIR.