Quatro milhões em investimentos no âmbito do PRODERAM

Foram entregues esta manhã nas instalações do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira 34 candidaturas aprovadas pelo PRODERAM para investimentos de grandes dimensões. De acordo com o gestor do PRODERAM, Miguel Gonçalves, os...

Quatro milhões em investimentos no âmbito do PRODERAM
Foram entregues esta manhã nas instalações do Instituto do Vinho, do Bordado e do Artesanato da Madeira 34 candidaturas aprovadas pelo PRODERAM para investimentos de grandes dimensões. De acordo com o gestor do PRODERAM, Miguel Gonçalves, os investimentos totalizam um montante na ordem dos 3,9 milhões de euros e os apoios concedidos representam cerca de 2,3 milhões de euros. As candidaturas aprovadas dizem respeito a 29 investimentos em explorações agrícolas acima dos 10 mil euros e a cinco ajudas ao arranque da atividade para os jovens agricultores.  Segundo o secretário regional da Agricultura e das Pescas, Humberto Vasconcelos, os investimentos destinam-se a concelhos como Câmara de Lobos, Ribeira Brava, Ponta do Sol, Porto Moniz e Calheta, em projetos na área da pecuária, estufas, avicultura, entre outros, que irão abranger quase todas as culturas regionais. Humberto Vasconcelos realçou os cinco jovens que através dos fundos comunitários têm acesso, a fundo perdido, a uma verba que varia entre os 12 e os 35 mil euros para que efetuem o primeiro investimento agrícola em terrenos próprios ou arrendados. O secretário constata ainda um interesse crescente da juventude por esta área, tendo vindo a registar uma grande procura dos jovens por terrenos. “Já disponibilizámos terremos para que os jovens possam entrar na agricultura”. Na ocasião, o governante lamentou a morosidade de algumas autarquias em “desbloquear alguns documentos” no sentido de viabilizar estes investimentos que, acrescentou, têm-se vindo a tornar mais rentáveis, amigos do ambiente e tecnologicamente mais avançados.