Reino Unido anuncia quarto caso de infeção por coronavírus

As autoridades de saúde do Reino Unido confirmaram hoje o quarto caso de infeção com o novo coronavírus no país, indicando que se trata de um caso de transmissão de pessoa para pessoa. O diretor-geral da Saúde britânico, Chris Witthy, precisou...

Reino Unido anuncia quarto caso de infeção por coronavírus
As autoridades de saúde do Reino Unido confirmaram hoje o quarto caso de infeção com o novo coronavírus no país, indicando que se trata de um caso de transmissão de pessoa para pessoa. O diretor-geral da Saúde britânico, Chris Witthy, precisou que o paciente em questão esteve em contacto com outra pessoa infetada identificada no Reino Unido e que a transmissão do vírus, que foi detetado pela primeira vez na China, aconteceu em França. Os especialistas de saúde britânicos “continuam a trabalhar afincadamente para identificar as pessoas que entraram em contacto com os pacientes dos casos identificados no Reino Unido”, prosseguiu Chris Witthy. “Identificaram com sucesso este indivíduo e garantiram que ele está a receber o apoio adequado", acrescentou. O paciente em questão foi transportado para o Royal Free Hospital em Londres, um centro especializado que possui “medidas robustas de controlo de infeções para impedir qualquer possível propagação do vírus", concluiu o responsável. França informou no sábado que tinha identificado cinco cidadãos britânicos, quatro adultos e um menor, infetados com o novo coronavírus na região francesa de Alta Sabóia. Hoje de manhã, o segundo e “último” avião fretado por Londres para repatriar cerca de 200 britânicos e outros cidadãos estrangeiros que ainda estavam na província chinesa de Hubei, epicentro do surto do novo coronavírus, aterrou no Reino Unido, na base aérea de Brize Norton, a cerca de 120 quilómetros a oeste da capital britânica. O novo coronavírus (2019-nCoV), que pode provocar doenças respiratórias potencialmente graves como a pneumonia, foi detetado pela primeira vez no final do ano em Wuhan, na província de Hubei (centro da China). Desde então, e a par do território continental da China e das regiões chinesas de Macau e Hong Kong, foram confirmados outros casos de infeção do novo coronavírus em mais de 20 países. Os últimos dados das autoridades chinesas confirmam pelo menos 811 mortos, só no território chinês e a grande maioria na província de Hubei, e mais de 37 mil infetados a nível global. Até agora, as duas únicas mortes provocadas pelo novo coronavírus registadas fora da China continental aconteceram nas Filipinas e em Hong Kong. O novo vírus pertence à mesma família do vírus da síndroma respiratória aguda (SARS, na sigla em inglês), que atingiu 5.327 pessoas entre novembro de 2002 e agosto de 2003 e foi responsável por 800 mortes, a grande maioria na China. A OMS declarou em 30 de janeiro uma situação de emergência de saúde pública de âmbito internacional, o que pressupõe a adoção de medidas de prevenção e coordenação à escala mundial.