Rui Barreto pede voto no partido que mais trabalhou no Parlamento madeirense

O candidato do CDS-PP Madeira à presidência do Governo Regional lançou esta quinta-feira um pelo a todos aos madeirense e porto-santenses para que "façam história e acabem com as maiorias absolutas", votando "no equilíbrio, na segurança e no...

Rui Barreto pede voto no partido que mais trabalhou no Parlamento madeirense
O candidato do CDS-PP Madeira à presidência do Governo Regional lançou esta quinta-feira um pelo a todos aos madeirense e porto-santenses para que "façam história e acabem com as maiorias absolutas", votando "no equilíbrio, na segurança e no partido que mais trabalhou no Parlamento", nos últimos oito anos, que "foi o CDS". "Nós sentimos pela primeira vez, desde que foi inaugurada a democracia na Madeira, que estamos num momento único para terminar com o poder absoluto", declarou esta quinta-feira o candidato do CDS-PP à presidência do Governo Regional, durante uma acção de campanha na zona oeste do Funchal, no quarteirão do Centro Comercial Fórum Madeira, na Ajuda, zona de pequeno comércio e local ideal para explicar a proposta o CDS que baixou a taxa de IRC de 15% para 13% para os primeiros 15 mil euros de lucro tributável.  "Maiorias absolutas traduzem-se, quase sempre, em arrogância absoluta. O CDS é útil para travar esse poder absoluto, mas também para evitar geringonças, e evitar que a sociedade madeirense se radicalize ou que em vez de andar para a frente ande para trás", disse ainda.