'SalvaMarMadeira' pede aos candidatos às eleições regionais atenção à situação dos nadadores-salvadores

A Associação SalvaMarMadeira participou nos últimos dois meses nos trabalhos do Grupo de Trabalho Multidisciplinar criado na Assembleia Legislativa da RAM para a adaptação à RAM do regime jurídico do Nadador-Salvador. Os trabalhos terminaram...

'SalvaMarMadeira' pede aos candidatos às eleições regionais atenção à situação dos nadadores-salvadores
A Associação SalvaMarMadeira participou nos últimos dois meses nos trabalhos do Grupo de Trabalho Multidisciplinar criado na Assembleia Legislativa da RAM para a adaptação à RAM do regime jurídico do Nadador-Salvador. Os trabalhos terminaram na passada quinta-feira, dia 24 de julho, com a elaboração de um relatório final intitulado “Para a adaptação à Região Autónoma da Madeira do regime jurídico do Nadador-Salvador” que apresenta as conclusões deste Grupo. "É por demais evidente que a precaridade salarial e as condições atuais da carreira não motivam a adesão a esta carreira tão importante para assegurar a segurança nas praias", alerta o presidente, Sérgio Gomes.  O relatório conclui o que a SalvaMarMadeira sempre defendeu – a necessidade de adaptar à RAM o regime jurídico dos Nadadores-Salvadores, defendendo formação contínua e necessidade de melhores condições salariais, com integração profissional, permitindo uma progressão de carreira destes profissionais. Defende ainda uma adaptação e implementação do regime jurídico de identificação, gestão, monitorização e classificação das águas balneares e de prestação de informação ao público, de modo a classificar as águas balneares com publicitação ao público da qualidade da água e das praias mais aconselháveis a frequentar. "A maior segurança está no conhecimento que transmitimos às pessoas para sua própria análise do risco em espaços de banho e das respetivas consequências perante comportamentos de risco", alerta, acrescentando que "em outubro deste ano inicia-se um novo mandato na Assembleia Regional" e, como tal, a Associação SalvaMarMadeira lembra a todos os partidos políticos que não devem esquecer o trabalho já realizado por este Grupo de Trabalho Multidisciplinar, lembrando a necessidade de existência de Nadadores-Salvadores nas praias balneares e piscinas públicas como forma de maior garantia de segurança nestes locais. "A Associação SalvaMarMadeira lembra ainda que será necessário adaptar a Lei-Quadro de transferência de competências para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais no que concerne à atividade de assistência a banhistas até 2021", sendo que "esta adaptação à Região deverá ser regulada em diploma próprio, mediante iniciativa legislativa da assembleia regional. Será, pois, um desafio à próxima governação".