Santander em Portugal alcança um resultado líquido de 275,9 milhões de euros

No final de junho de 2019 o Santander Portugal alcançou um resultado líquido de 275,9 milhões de euros, um crescimento homólogo de 4,6%. Os recursos de clientes totalizaram 41,9 mil milhões de euros, registando um acréscimo homólogo de 4,5%,...

Santander em Portugal alcança um resultado líquido de 275,9 milhões de euros
No final de junho de 2019 o Santander Portugal alcançou um resultado líquido de 275,9 milhões de euros, um crescimento homólogo de 4,6%. Os recursos de clientes totalizaram 41,9 mil milhões de euros, registando um acréscimo homólogo de 4,5%, fruto dos aumentos de 4,4% em depósitos e de 5,3% em recursos fora de balanço. No trimestre, os depósitos aumentaram 2,0%. O crédito a clientes ascendeu a 40,6 mil milhões de euros, uma redução de 2,0% face a junho de 2018, dinâmica que reflete a gestão das carteiras não produtivas. Excluindo este impacto a carteira teria ficado praticamente inalterada, em termos homólogos. As quotas de mercado de novos empréstimos de crédito a empresas e habitação situaram-se em 20,5% e 18,9%, respetivamente, até ao final de maio. O número de clientes de banco principal e o número de clientes digitais registaram crescimentos de 5% e 13%, respetivamente (yoy). O produto bancário aumentou 7,5%, beneficiando da evolução positiva das comissões, da atividade de seguros e de resultados em operações financeiras. O rácio de eficiência foi de 42,8%, uma melhoria de 4,7pp em relação ao período homólogo, fruto do crescimento do produto bancário (+7,5%) e da redução dos custos operacionais (-3,2%). O rácio CET 1 foi de 16,4% (fully implemented), um acréscimo de 2,4pp em relação ao final de dezembro de 2018.