Se Portugal reconhecer Maduro, Venezuela levanta suspensão à TAP

A afirmação é de Diosdado Cabello: se a TAP quiser sair das medidas restritivas (90 dias com voos suspensos para Caracas), Portugal tem de reconhecer o presidente Nicolás Maduro. O presidente da Assembleia Constituinte, formada unicamente por...

Se Portugal reconhecer Maduro, Venezuela levanta suspensão à TAP
A afirmação é de Diosdado Cabello: se a TAP quiser sair das medidas restritivas (90 dias com voos suspensos para Caracas), Portugal tem de reconhecer o presidente Nicolás Maduro. O presidente da Assembleia Constituinte, formada unicamente por apoiantes do regime, explica até como devem proceder as autoridades portuguesas: “Se querem sair desta medida restritiva devem reconhecer o presidente Nicolás Maduro e entrar em contato com o ‘canciller’ Jorge Arreaza para ultrapassar este assunto.” O número dois do regime chavista, Diosdado Cabello, deixa claro que as suspeitas de transporte ilícito de “substâncias químicas de natureza explosiva” - que fundamentaram a suspensão dos voos da TAP para Caracas - deixam de existir se Portugal reconhecer o presidente Nicolás Maduro.