Social-democrata Zoran Milanovic vence presidenciais na Croácia

 O candidato social-democrata e antigo primeiro-ministro da Croácia Zoran Milanovic venceu hoje as eleições presidenciais no país numa rara vitória da esquerda sobre os conservadores em eleições recentes na Europa Central. Com 95% dos votos...

Social-democrata Zoran Milanovic vence presidenciais na Croácia
 O candidato social-democrata e antigo primeiro-ministro da Croácia Zoran Milanovic venceu hoje as eleições presidenciais no país numa rara vitória da esquerda sobre os conservadores em eleições recentes na Europa Central. Com 95% dos votos contados, Zoran Milanovic obteve 53% contra 47% da candidata conservadora e Presidente cessante, Kolinda Grabar Kitarovic, de acordo com dados da Comissão Eleitoral. A segunda volta das eleições teve lugar poucos dias após a Croácia assumir a presidência rotativa da União Europeia durante seis meses. Durante a campanha, as sondagens davam conta de um reforço da extrema-direita, num país que enfrenta a pressão dos migrantes nas suas fronteiras e que, tal como os seus vizinhos dos Balcãs, se vê confrontado com corrupção endémica e o êxodo em massa dos seus habitantes. No entanto, uma "Croácia normal" prometida pelo social-democrata Zoran Milanovic acabou por vencer nas urnas a "Croácia autentica" proposta por Kolinda Grabar-Kitarovic. O novo presidente, um ex-diplomata de 53 anos, prometeu durante a campanha fazer da Croácia uma democracia onde os direitos de todos sejam respeitados. "A Croácia é uma República para todos, para cidadãos iguais", disse. Kolinda Grabar-Kitarovic, de 51 anos, que em 2015 se tornou na primeira mulher chefe de Estado croata, perdeu, durante a campanha, a confortável vantagem que tinha sobre os seus rivais. Apesar dos apelos à direita nacionalista, das suas repetidas referências ao patriotismo e à Guerra da Independência de 1991-95, não conseguiu convencer os eleitores.