Susana Prada visita beneficiação da rede viária nas Serras das Funduras

A secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais, Susana Prada, informa em comunicado que irá visitar amanhã, dia 4 de setembro, a partir das 12 horas, o início dos trabalhos de beneficiação da rede viária nas Serras das Funduras, no concelho...

Susana Prada visita beneficiação da rede viária nas Serras das Funduras
A secretária regional do Ambiente e Recursos Naturais, Susana Prada, informa em comunicado que irá visitar amanhã, dia 4 de setembro, a partir das 12 horas, o início dos trabalhos de beneficiação da rede viária nas Serras das Funduras, no concelho de Machico. “Estas infraestruturas têm fins múltiplos, possibilitando não só as operações de exploração florestal, como também a conservação da natureza, a utilização dos espaços florestais para atividades de recreio e a realização de ações de vigilância e de combate a incêndios”, lê-se na nota de imprensa. “Além das evidentes vantagens que uma rede viária florestal, bem estruturada, acrescenta no que concerne ao combate a incêndios florestais, em termos das atividades silvícolas mais correntes torna-se uma ferramenta essencial, pois a melhoria das acessibilidades ao terreno maximiza e otimiza todas e quaisquer operações de cariz silvícola que se pretendam efetuar nas diversas estações florestais abrangidas pela rede viária”, acrescenta a mesma nota. “Assim e no âmbito da Estratégia de Defesa da Floresta Contra Incêndios, o Instituto de Florestas e Conservação da Natureza (IFCN) encontra-se a beneficiar a Rede Viária Florestal que se desenvolve no interior e imediações dos Perímetros Florestais sob sua gestão”, refere. “Assim, depois de termos beneficiado a globalidade da rede viária do Perímetro Florestal das Serras do Poiso, encontramo-nos a beneficiar os Caminhos florestais nas serras das Funduras. Estas intervenções estão a ser efetuadas com recursos humanos próprios e com recurso aos equipamentos recentemente adquiridos pelo Governo Regional, nomeadamente o trator de rastos (bulldozer) adquirido em 2018”, conclui.