Suspeito de homicídio presente hoje ao juiz

Será hoje presente ao juiz o suspeito de homicídio no Jardim do Mar, mas ainda sem hora marcada. O indivíduo, de 39 anos pernoitou no Estabelecimento Prisional do Funchal, tendo estado ao longo da tarde de ontem a ser ouvido no Departamento...

Suspeito de homicídio presente hoje ao juiz
Será hoje presente ao juiz o suspeito de homicídio no Jardim do Mar, mas ainda sem hora marcada. O indivíduo, de 39 anos pernoitou no Estabelecimento Prisional do Funchal, tendo estado ao longo da tarde de ontem a ser ouvido no Departamento de Investigação e Ação Penal do Funchal. Hoje, será então levado à presença do juiz para interrogatório e posteriormente ser-lhe-ão determinadas as eventuais medidas de coação. A vítima tinha 53 anos e o principal suspeito é natural e Câmara de Lobos, tendo se colocado a monte após a denúncia do crime, na madrugada de segunda-feira, sendo depois detido na Calheta. A presença perante o juiz não tem ainda hora agendada, aguardando a Policia Judiciária pela indicação do Tribunal do Funchal. Ester Cabral e Ludgero Oliveira estariam casados há cerca de um ano, e, segundo declarações do tio da vítima à CMTV, teriam uma relação com problemas constantes. Segundo consta, muitas das brigas estariam relacionadas com a toxicodependência do alegado homicida. Partiu da própria família da vitima denunciar a identidade do alegado homicida, pedindo que se faça justiça. Alguns familiares de Ester Cabral manifestaram-se através de publicações na rede social Facebook, esperando que o caso sirva de exemplo para que ninguém deixe impune um ato de violência doméstica.