Suspeito do ataque ao jovem madeirense procurado pela polícia britânica

A policia divulgou uma imagem de um homem que espera identificar como sendo um dos suspeitos de atacar e agredir, em Inglaterra, um filho de pais madeirenses.  Recorde-se que já existem quatro acusados do ataque ao jovem madeirense, que continua...

Suspeito do ataque ao jovem madeirense procurado pela polícia britânica
A policia divulgou uma imagem de um homem que espera identificar como sendo um dos suspeitos de atacar e agredir, em Inglaterra, um filho de pais madeirenses.  Recorde-se que já existem quatro acusados do ataque ao jovem madeirense, que continua internado e em coma induzido no Royal Sussex County Hospital, em Brighton. Segundo o comunicado da polícia britânica, quem conseguir identificar o "homem da foto, que vestia um 'top' verde e jeans azul", deve entrar em com a polícia britânica rapidamente. Segundo Jo Bott, que lidera a investigação, a imagem pode ajudar na investigação e na identificação do homem, supostamente mais um português que pertence ao gangue que atacou e agrediu Carlos Gonçalves.  Rui Perreira, 28, de Harlesden Road, Londres, Max Perreira, 23, de Milton Road, Southampton, Bruno Tavares, 22, de Seaside, Eastbourne,  e Carlos Semedo, 24, sem endereço fixo, estão formalmente acusados causar danos corporais graves ao jovem descendente de madeirenses e vão ter um pré-julgamento já a 11 de novembro. A vítima, que vive há três anos em Inglaterra com os pais e irmãos, de 25 anos, foi atacada por um gangue português perto do cruzamento de Seaside e St James Road, por volta das 17h30 da terça-feira (8 de outubro). A vítima foi socorrida e transportada para o Royal Sussex County Hospital, em Brighton, com ferimentos graves na cabeça, onde a sua condição de saúde é atualmente descrita como crítica, confirmou a polícia.