Táxi com quatro pessoas levado pelas águas durante tempestade na África do Sul (com vídeo)

 Bergeville, na província do Kwazulu-Natal, foi flagelada na tarde de ontem, por um tornado – o segundo esta semana -  confirmado pelo South African Weather Service (SWAS), causando prejuízos e deixando muita gente desalojada. A província,...

Táxi com quatro pessoas levado pelas águas durante tempestade na África do Sul (com vídeo)
 Bergeville, na província do Kwazulu-Natal, foi flagelada na tarde de ontem, por um tornado – o segundo esta semana -  confirmado pelo South African Weather Service (SWAS), causando prejuízos e deixando muita gente desalojada. A província, desde o passado mês de outubro, tem sido fustigada por um tempo deveras inclemente, experimentando trovoadas, vendavais e aguaceiros.  Na manhã de ontem, quatro pessoas escaparam à morte quando o taxi em que viajavam foi levado pelas águas em Camps Drift, Pietermatitzburg, disseram paramédicos dos serviços de emergência.   Durante este ano, dois tornados varreram Bainsvlei, Bloemfontein, Free State e Sedgefield no Cabo Ocidental. A África do Sul não é estranha a tornados, tendo-se registado 17 na última década. Este fenómeno não é incomum, especialmente na província do Kwazulu-Natal Midlands e no Cabo Oriental. O tornado mais mortífero que se registou no País causou 26 mortos e provocou centenas de feridos no Cabo Oriental nas áreas de Mount Aylift e Thabankulu no dia 18 de janeiro de 1999 com a avaliação de F4 na escala Fujita.  Um mês antes, o Presidente Nelson Mandela, escapou à fúria do tornado que causou 11 mortos que varreu Umtata. Mandela tinha acabado de chegar a uma farmácia na sua terra natal, Qunu, quando as portas e janelas foram arrancadas e os vidros estilhaçados, e parte do teto colapsou. Todos os elementos da equipa de segurança pessoal, imediatamente, lançaram o presidente da África do Sul ao chão e todos cobriram eficazmente com os seus corpos Nelson Mandela, que escapou ileso.