Turista violada em barraca durante visita ao Cristo Rei em Almada

Uma turista de 33 anos foi agredida, violada e roubada no interior de uma barraca abandonada, durante uma visita turística ao santuário do Cristo Rei, em Almada. Segundo o CM, a PJ de Setúbal prendeu o autor dos crimes em apenas 24 horas. ...

Turista violada em barraca durante visita ao Cristo Rei em Almada
Uma turista de 33 anos foi agredida, violada e roubada no interior de uma barraca abandonada, durante uma visita turística ao santuário do Cristo Rei, em Almada. Segundo o CM, a PJ de Setúbal prendeu o autor dos crimes em apenas 24 horas.  O caso relatado pelo CM refere que a vítima, de nacionalidade chinesa, deslocou-se sozinha ao Cristo Rei no domingo. Depois de visitar o monumento, sentou-se numa esplanada. Ao lado estavam três homens, todos brasileiros, que travaram conhecimento com ela. Ao fim de alguns minutos, a turista chinesa levantou-se para ir à casa de banho e, sem perceber, foi seguida por um dos homens, de 39 anos. Já perto de um pequeno estaleiro de obras, o agressor terá pegado na vítima ao colo e atirou-a para dentro de uma barraca abandonada. A mulher bateu com a cabeça no chão e, sem forças, não conseguiu impedir que o agressor dela abusasse repetidamente. Antes da fuga, o brasileiro roubou-lhe o telemóvel. Mesmo combalida, a mulher conseguiu alertar transeuntes, que chamaram a PSP. A vítima foi transportada, em estado que inspirava cuidados, ao Hospital Garcia de Orta, em Almada, acrescenta o CM A investigação foi logo entregue à PJ de Setúbal e, cerca de 24 horas depois, e graças a informações recolhidas no local e junto da vítima, os inspetores prenderam o violador em Lisboa.  Tinha chegado há pouco tempo a Portugal e estaria em situação ilegal. Ao que tudo indica, o suspeito já se preparava para abandonar o País. Estava, esta terça-feira à tarde, a ser interrogado no Tribunal de Almada.