Turistas com "elevado grau de satisfação" com cartaz turístico da Madeira

Os turistas que visitam a Madeira atestaram “um elevado grau de satisfação” em relação aos cinco eventos do cartaz de animação realizados entre junho e dezembro de 2018 na região, foi hoje anunciado. “Os resultados, em termos de grau de satisfação,...

Turistas com "elevado grau de satisfação" com cartaz turístico da Madeira
Os turistas que visitam a Madeira atestaram “um elevado grau de satisfação” em relação aos cinco eventos do cartaz de animação realizados entre junho e dezembro de 2018 na região, foi hoje anunciado. “Os resultados, em termos de grau de satisfação, são elevados e rondam, numa escala de zero a sete, os seis valores, no somatório de todos os eventos”, anunciou a secretária regional do Turismo da Madeira. Paula Cabaço falava no decorrer de uma conferência destinada à apresentação dos resultados dos inquéritos de satisfação desenvolvidos junto dos turistas e relativos a 2018 na região, um trabalho efetuado em parceria com a Universidade da Madeira. Os eventos avaliados foram o Festival do Atlântico, a Festa do Vinho, o Festival Colombo (Porto Santo), o Festival da Natureza e a Festa de Natal e Fim de Ano. “Não posso de deixar de destacar os resultados obtidos no Festival da Natureza, que obteve o grau de satisfação mais elevado na ordem dos 6,5”, numa escala de 1 (satisfeito) e 07 (completamente satisfeito), realçou, adiantando que é também o “mais recomendado” (98%) parte dos turistas. A Universidade da Madeira ainda apurou que este é o cartaz com mais dias de permanência dos visitantes (14,7), enquanto na quadra de Natal e Fim de Ano é de 9,5 dias. Quanto aos níveis de satisfação, o Festival do Atlântico atingiu os 5,9 na escala de um a sete, a Festa do Vinho (5,3), o Festival de Colombo 5,6, o Festival da Natureza 6,5 e o do Natal e Fim de Ano 6,3. A responsável mencionou que todos os cartazes “são recomendados pelos turistas e, além do Festival da Natureza, surgem as Festas de Natal e Fim de Ano que são sugeridas por 86% e o Festival Colombro por 82% dos visitantes questionados. Paula Cabaço apontou que a Secretaria Regional vai trabalhar para “continuar a cumprir o compromisso de requalificação e enriquecimento do calendário anual de animação turística da Madeira e do Porto Santo”. Também anunciou que ainda “há margem para introduzir um novo evento, no mês de julho, no programa de animação, em 2020, ligado à rota da cana do açúcar”, um projeto que será divulgado em breve. A governante destacou que alguns do eventos realizados no âmbito do programa comemorativo dos 600 anos da Descoberta da Madeira, como o ‘Madeira de ontem e de sempre”, que teve lugar recentemente na Camacha, podem passar a integrar também o calendário. “Não obstante estes resultados e cientes da importância que os eventos assumem na procura pelo nosso destino, continuamos a investir, fortemente, na área da animação turística, quer do ponto de vista da integração de novas atrações, quer do reforço dos programas e da interação com o público ou, mesmo, através da aposta na descentralização da oferta”, realçou. Paula Cabaço ainda mencionou o que estes eventos têm “um grande retorno económico para a região”, argumentando que, com uma ocupação média na ordem dos 90%, a gastarem uma média de cem euros por dia, tal representa receitas dos 28 mil visitantes na ordem dos 2,8 milhões de euros.