Umar: 58% dos jovens que já namoraram dizem ter sido vítimas de um tipo de violência

32% dos/as jovens inquiridos/as na Madeira para uma iniciativa nacional sobre violência doméstica, consideram normal, em relacionamentos de intimidade, o controlo, 27% considera normal a perseguição, 22% normaliza a violência sexual, 18% acha...

Umar: 58% dos jovens que já namoraram dizem ter sido vítimas de um tipo de violência
32% dos/as jovens inquiridos/as na Madeira para uma iniciativa nacional sobre violência doméstica, consideram normal, em relacionamentos de intimidade, o controlo, 27% considera normal a perseguição, 22% normaliza a violência sexual, 18% acha normal a violência através das redes sociais, assim como a violência psicológica e 9% a violência física. Mais: 58% do/as jovens que já namoraram, reportaram terem sofrido, pelo menos um dos comportamentos de violência questionados. 30% das raparigas e 28% dos rapazes, reportaram já terem sido insultados durante uma discussão ou zanga e, 25% das raparigas e 20% dos rapazes reportaram que já foram proibidos/as pelo/a (ex)namorado/a de estar ou falar com amigos/as durante a relação Dados revelados esta manhã, no Funchal, por Joana Martins e Valentina Ferreira, da Umar. Pelo terceiro ano consecutivo, a Madeira participa no Estudo Nacional da Violência no Namoro, com a colaboração de sete escolas de três concelhos da Região: Funchal, Câmara de Lobos e Machico. A Umar conseguiu reunir uma amostra de 454 jovens (236 raparigas e 212 rapazes, e 6 jovens que não indicaram o seu sexo), com uma média de idade de 14 anos. Importa referir que estes dados estão incluídos nos Resultados Nacionais do Estudo da Violência no Namoro.