Venezuela: TAP reage a suspensão e lamenta “medida gravosa” que prejudica passageiros

A TAP já reagiu à decisão da Venezuela de suspender por 90 dias as operações da TAP e, ao JM, manifestou a sua surpresa, “uma vez que cumpre todos os requisitos legais e de segurança exigidos pelas autoridades de ambos os países”. “A TAP não...

Venezuela: TAP reage a suspensão e lamenta “medida gravosa” que prejudica passageiros
A TAP já reagiu à decisão da Venezuela de suspender por 90 dias as operações da TAP e, ao JM, manifestou a sua surpresa, “uma vez que cumpre todos os requisitos legais e de segurança exigidos pelas autoridades de ambos os países”. “A TAP não compreende as razões desta suspensão da operação para a Venezuela por 90 dias, uma vez que cumpre todos os requisitos legais e de segurança exigidos pelas autoridades de ambos os países”, frisou fonte da companhia aérea, em declarações ao nosso jornal. Nessa medida, considera que esta é “uma medida gravosa, que prejudica os nossos passageiros, não tendo a companhia sequer tido hipótese de exercer o contraditório”, lamenta.