Verão terá 10 voos semanais entre a Madeira e os Açores

É uma aposta forte da SATA, para a operação entre 01 de junho e 30 de setembro, na permuta de turismo entre os dois arquipélagos, mas também aproximando cidades como Boston e Toronto à Madeira. A SATA/Azores Airlines procedeu a uma profunda alteração na programação para o Verão IATA 2021, na operação que tem entre São Miguel (Açores) e a Madeira, comparativamente à oferta habitual. A primeira grande novidade, e que acontece pela primeira vez, vai no sentido de que entre 1 de junho a 30 de setembro, a transportadora açoriana passará a ter dois voos diários Ponta Delgada-Funchal-Ponta Delgada, às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras e diários nos outros dias, conferindo 10 frequências semanais em cada sentido. Nos horários, igualmente pela primeira vez, a aeronave pernoita na Madeira, passando o voo diário para novos horários: Funchal-Ponta Delgada às 05h15 e Ponta Delgada-Funchal às 20h10. Horários que constituem um estímulo à procura pelo ponto a ponto, mormente com origem na Madeira, garantindo ligações imediatas de e para todas as ilhas dos Açores. Este um horário irá prevalecer diariamente e os voos adicionais às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras operam no horário habitual, com partida de Ponta Delgada às 08h10 e do Funchal às 11h55, propiciando ligação de e para Toronto (Canadá) e Boston (Estados Unidos), naquela que é uma aposta da companhia em promover uma ponte aérea entre a Madeira e aquelas cidades. Na lógica do madeirense, o horário constituiu uma mais valia, mas o tráfego com origem nos Açores ficará em desvantagem, pois os horários encurtam o tempo de estadia na Madeira. Os voos, comercializados sob o código da Azores Airlines (S4), serão operados em avião ‘Bombardier’ - Dash Q400 da SATA Air Açores, com capacidade para 80 passageiros em classe económica, o que traduz uma oferta semanal de 800 lugares em cada sentido. Nos quatro meses, a Azores Airlines ficará com uma capacidade de cerca de 12.800 lugares em cada sentido. Em outubro, entre os dias 01 e 30, volta à operação habitual, com um voo diário Ponta Delgada-Funchal-Ponta Delgada, no horário normal: saída dos Açores às 09h05 e regresso da Madeira às 12h50. Já de 28 do corrente mês a 31 de maio, a operação ficará reduzida com quatro frequências semanais (segundas, quartas, sextas e sábados), naquele horário, que permitem ligações aos voos da capital de São Miguel para Toronto e para Boston, e vice-versa.   Aprovado reforço da promoção no continente norte-americano Ao JM, Nuno Vale, diretor executivo da Associação de Promoção da Madeira, não escondeu a sua satisfação por esta operação da SATA. “Sem dúvida que o mercado Estados Unidos e o mercado do Canadá hão de ser mercados importantíssimos para nós e têm sido alvos de intensos estudos para acertar, em termos de montagens de estratégias de alavancagem. Sem dúvida, também, que qualquer operação que permita estimular as ligações para a Madeira vindas do continente norte-americano, são importantíssimas” referiu. De resto, lembrou que “para este ano já foi aprovado um reforço do investimento de promoção para esses mercados”, ressalvando que “estamos a falar do mercado dos Estados Unidos e do mercado do Canadá, no geral”. Atrativo é ainda essa possibilidade de os Açores, enquanto mercado emissor, reforçarem a presença na Madeira. Em termos de promoção, Nuno Vale diz que “sim, estamos a trabalhar no mercado dos Açores. Basicamente, quando consideramos o mercado nacional, não é só o Continente, mas também as outras ilhas”. Tudo isto inserido numa estratégia em que, neste momento, “há muitas conversações com companhias aéreas e com situações de aumento de alocações”. Está, pois, a ser feito um trabalho no sentido termos um verão bastante forte. Assim nos deixe a pandemia. Com a evolução da vacinação e da própria pandemia, que esperamos que seja no sentido da diminuição sustentada, trabalhamos, a todos os níveis para que possamos ter operações consolidadas”, disse ainda Nuno Vale.

Verão terá 10 voos semanais entre a Madeira e os Açores
É uma aposta forte da SATA, para a operação entre 01 de junho e 30 de setembro, na permuta de turismo entre os dois arquipélagos, mas também aproximando cidades como Boston e Toronto à Madeira. A SATA/Azores Airlines procedeu a uma profunda alteração na programação para o Verão IATA 2021, na operação que tem entre São Miguel (Açores) e a Madeira, comparativamente à oferta habitual. A primeira grande novidade, e que acontece pela primeira vez, vai no sentido de que entre 1 de junho a 30 de setembro, a transportadora açoriana passará a ter dois voos diários Ponta Delgada-Funchal-Ponta Delgada, às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras e diários nos outros dias, conferindo 10 frequências semanais em cada sentido. Nos horários, igualmente pela primeira vez, a aeronave pernoita na Madeira, passando o voo diário para novos horários: Funchal-Ponta Delgada às 05h15 e Ponta Delgada-Funchal às 20h10. Horários que constituem um estímulo à procura pelo ponto a ponto, mormente com origem na Madeira, garantindo ligações imediatas de e para todas as ilhas dos Açores. Este um horário irá prevalecer diariamente e os voos adicionais às segundas-feiras, quartas-feiras e sextas-feiras operam no horário habitual, com partida de Ponta Delgada às 08h10 e do Funchal às 11h55, propiciando ligação de e para Toronto (Canadá) e Boston (Estados Unidos), naquela que é uma aposta da companhia em promover uma ponte aérea entre a Madeira e aquelas cidades. Na lógica do madeirense, o horário constituiu uma mais valia, mas o tráfego com origem nos Açores ficará em desvantagem, pois os horários encurtam o tempo de estadia na Madeira. Os voos, comercializados sob o código da Azores Airlines (S4), serão operados em avião ‘Bombardier’ - Dash Q400 da SATA Air Açores, com capacidade para 80 passageiros em classe económica, o que traduz uma oferta semanal de 800 lugares em cada sentido. Nos quatro meses, a Azores Airlines ficará com uma capacidade de cerca de 12.800 lugares em cada sentido. Em outubro, entre os dias 01 e 30, volta à operação habitual, com um voo diário Ponta Delgada-Funchal-Ponta Delgada, no horário normal: saída dos Açores às 09h05 e regresso da Madeira às 12h50. Já de 28 do corrente mês a 31 de maio, a operação ficará reduzida com quatro frequências semanais (segundas, quartas, sextas e sábados), naquele horário, que permitem ligações aos voos da capital de São Miguel para Toronto e para Boston, e vice-versa.   Aprovado reforço da promoção no continente norte-americano Ao JM, Nuno Vale, diretor executivo da Associação de Promoção da Madeira, não escondeu a sua satisfação por esta operação da SATA. “Sem dúvida que o mercado Estados Unidos e o mercado do Canadá hão de ser mercados importantíssimos para nós e têm sido alvos de intensos estudos para acertar, em termos de montagens de estratégias de alavancagem. Sem dúvida, também, que qualquer operação que permita estimular as ligações para a Madeira vindas do continente norte-americano, são importantíssimas” referiu. De resto, lembrou que “para este ano já foi aprovado um reforço do investimento de promoção para esses mercados”, ressalvando que “estamos a falar do mercado dos Estados Unidos e do mercado do Canadá, no geral”. Atrativo é ainda essa possibilidade de os Açores, enquanto mercado emissor, reforçarem a presença na Madeira. Em termos de promoção, Nuno Vale diz que “sim, estamos a trabalhar no mercado dos Açores. Basicamente, quando consideramos o mercado nacional, não é só o Continente, mas também as outras ilhas”. Tudo isto inserido numa estratégia em que, neste momento, “há muitas conversações com companhias aéreas e com situações de aumento de alocações”. Está, pois, a ser feito um trabalho no sentido termos um verão bastante forte. Assim nos deixe a pandemia. Com a evolução da vacinação e da própria pandemia, que esperamos que seja no sentido da diminuição sustentada, trabalhamos, a todos os níveis para que possamos ter operações consolidadas”, disse ainda Nuno Vale.