Vítima de violência doméstica exige visitas íntimas ao marido que a agrediu

Lisete Rodrigues reclama o direito a encontros sexuais com o marido, Tiago, que ajudou a condenar em 2017 por violência doméstica. A vítima de violência doméstica ajudou a condenar o marido por violência doméstica, em junho de 2017. Agora,...

Vítima de violência doméstica exige visitas íntimas ao marido que a agrediu
Lisete Rodrigues reclama o direito a encontros sexuais com o marido, Tiago, que ajudou a condenar em 2017 por violência doméstica. A vítima de violência doméstica ajudou a condenar o marido por violência doméstica, em junho de 2017. Agora, segundo noticia o JN, vai, todas as quartas-feiras, de Chaves a Paços de Ferreira, para visitar Tiago Rodrigues, que cumpre cinco anos e quatro meses de prisão. A mesma fonte refere que o casal, que 'deu o nó' já depois do julgamento, quer ter acesso a visitas íntimas, mas nunca obteve resposta dos Serviços Prisionais. "O pedido ficou suspenso por causa do processo que ainda estava em curso no tribunal e disseram-me que era para minha segurança, mas continuam sem nos dar resposta. Somos casados e devíamos ter direito como os outros", disse Lisete Rodrigues em declarações ao JN. De acordo com a mesma publicação, o processo em curso trata-se de um pedido de revisão da sentença, apresentado por Tiago no Supremo Tribunal de Justiça (STJ), porque Lisete garante agora que prestou falsas declarações perante os juízes do Tribunal de Vila Real. A defesa do homem acreditava que a nova versão do testemunho da mulher poderia levar à sua absolvição, mas o Supremo não considerou que assim fosse e negou a revisão da sentença.